sexta-feira, 28 de maio de 2010

“Carpe Diem”
26/05/2010

Talvez o palhaço, ou qualquer outro artista,
seja no palco, aquilo que realmente quer ser.
Talvez todo poeta, este artista das palavras,
Escreva o que quer viver,
ou seja livre, ao menos quando lê versos,
que podem até hipnotizá-lo num instante.
O instante em que a poesia e a arte
Conseguem libertar a alma.
Sei que fazendo arte, o artista
vive intensamente os seus dias!

Debora de Paiva

4 comentários:

Elaine Castro. disse...

Oiiii,
Gostei meuito do seu blog e seus poemas. Também adoro escrever e acho que a internet veio para desnudar aqueles que se trancavam, se escondiam atrás das velhas folhas de papéis.
Estou te seguindo.
Também tenho um blog, depois dá uma olhadinha e veja o que acha.
www.elainedecastro.blogspot.com
Abraços.

Elaine Castro. disse...

Débora,
Obrigada pela visita. Seja sempre muito bem vinda. Espero que possamos trocar experiências e conhecimentos. Há também estou estudando para concursos e sei como é difícil, sei que não dá tempo para ler nada, para falar a verdade não sobra tempo para fazer mais nada.
Abraços....

Mistérios do Vale disse...

Gostei muito de sua visita e de sua dica. Já visitei, estou por lá. Obrigada e volte sempre. Paz e bem!
Sônia Gabriel

Elaine Castro. disse...

Estou "passando" por aqui para te fazer um convite. Hoje em meu blog lancei o desafio retirado do filme "A Corrente do Bem", de ajudarmos 3 pessoas significativamente e pedir para que façam o mesmo, sucessivamente. Sei que você é uma pessoa que não se conforma com tudo que está acontecendo no mundo, então pense, porque não começarmos com aquilo que podemos transformar e que está tão perto de nós.

Abraços...